segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Sobre não errar na cor da base nem do corretivo...

By Maína Lins

Quem nunca comprou aquela base ou corretivo e errou na cor ?

Algumas vezes, influenciadas pelas vendedoras ou numa tentativa de acerto na internet, gastamos nosso suado dinheirinho em um produto de tonalidade não apropriada para o nosso tom de pele.

E aí, nem as famosas escapam. Como o caso de Kelly Osbourne. A moça errou feio, escolhendo um tom alaranjado e bem diferente na tonalidade do rosto. Drew Barrymore iluminou demais no corretivo.



Mas então, como não errar?

Simples! Esqueça todas as dicas que você já ouviu, esqueça tabela de cores, esqueça subtons de não sei o que.

Só tem um jeito de não errar: TESTANDO NA CARA INTEIRA! Essa é a regra.

Vamos entender. Você vai pessoalmente a loja (compras pela internet só quando você já conhece e usa o produto), com a pele limpa e pede para vendedora aplicar a base no rosto inteiro. Como existem vários tons, vá testando até chegar no tom que você julga ser EXATAMENTE o tom da sua pele. Não compre o produto que mais se aproximou. Se nenhuma base se igualar ao som tom de pele, procure por outra marca.

Observe também o tom da pele do pescoço e do colo. Muitas pessoas que usam filtro solar constantemente, podem ficar com o rosto levemente mais claro que o resto do corpo. Nesse caso, o tom da base deve acompanhar o tom do corpo, podendo ser levemente mais escura que o tom original do rosto.

Quando finalmente achar que encontrou o tom certo, é preciso considerar também a textura, a durabilidade, a possibilidade de oxidação (que pode vir a mudar o tom da base com o tempo). Para isso, saia da loja e vá dar uma volta no shopping, tomar um sorvete, comprar outras coisas. Durante esse tempo acompanhe como a base se comporta na pele. Se vai craquelar, escorrer, brilhar, coçar, acumular nas linhas de expressão ou mudar o tom. Se possível vá com uma amiga super sincera, mas que queira seu bem, para te ajudar a observar esses aspectos.

Essas dicas também se aplicam para compra de corretivo. Pode ser mais complicado, já que as cores de corretivo se comportam de formas diferentes, de acordo com a tonalidade daquilo que se pretende esconder. Olheiras costumam ser mais arroxeadas, espinhas são avermelhadas etc. Opte pelo corretivo que traga uniformidade a pele. Tentar iluminar ou camuflar por completo pode ser arriscado, deixe isso para profissionais e/ou para quem tem mais habilidade com as makes. Produtos com mais cobertura são mais densos e podem deixar a maquiagem mais carregada, além de acumular nas linhas de expressão. 

Somente quando ficar satisfeita, retorne a loja e compre o produto.

Estamos combinadas? Dá mais trabalho, mas nesse tempo de crise não podemos nos dar o luxo de errar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário