segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Sobre as cobranças da sociedade...para o boy

By Maina Lins

Enquanto as mulheres são a caça, a função de caçador socialmente atribuída aos homens pode não ser tão fácil assim.


Além de caçar mulheres, cumpre aos homens outras funções nem sempre possíveis a todos. 

Imaginemos que você conhece um rapaz de idade semelhante a sua mas que ainda não é profissionalmente resolvido, financeiramente estável ou nem mesmo possui um diploma de graduação. Tal situação pode ser recorrente e desconfortável para mulheres que possuem tais adjetivos.

Recordo-me de um dia ir as lágrimas por ter conhecido um rapaz militar que ainda não tinha começado um curso de nível superior. Sim, tenho um desejo oculto por fardados (que clichê), mas ele teria que ser pelo menos tenente para meu sonho romântico se concretizar. Outra vez conheci um belo rapaz do campo em um show sertanejo. Ele beijava tão bem que comecei a imaginar um futuro ali mesmo, com criancinhas descalças correndo pela fazenda e como faria para que ele começasse um curso de agronomia no dia seguinte.

Deixando meus delírios românticos e insanos de lado, aprendi algumas coisas com isso. Da mesma forma que a sociedade cobra papéis femininos, a cobrança dos papéis masculinos pode ser tão cruel quanto, e alguns homens podem não atender a tantas expectativas.

Posso afirmar que nada disso é problema seu ou meu, até encontrarmos um desses por aí e o beijo ser incrível. Aí, se ambos estiverem de acordo, tal "desarranjo" social será também sua vida. E quando se tratar da sua vida, você poderá interpretar a situação de duas formas. 

A primeira seria entender que se você deu conta de vencer na vida, o boy também teria. Caso contrário ele não faz jus a você. Eu discordo desse primeiro pensamento, mas é o que se vê por aí.

A segunda forma de interpretar a situação é considerar o contexto social, as oportunidades de vida e as origens. Dentro disso, o que o boy poderia ter feito ou aonde ele poderia ter chegado, considerando o ponto de partida. Creio que os principais aspectos a serem considerados nesses casos são disposição para o trabalho e o estudo, expectativas de vida, planos futuros, sonhos, desejos e talento para fazer dinheiro...Talvez se esperarmos um pouco o boy possa ir longe, mas pode ser que trate-se mesmo de um ser acomodado na vida, e acomodados estão por aí em todas as camadas da sociedade. Sim gata, de que forma aquele boy delícia anda dirigindo o Camaro? Foi o papai que deu? Qual a importância o moço dá as coisas conquistadas pelo papai? Da mesma forma, talvez o rapaz do campo esteja satisfeito com a paz e o sossego e não queira muito mais que isso.

A quem possa interessar o militar já está formado e foi ele quem me deu um pé na bunda, para variar.

Um comentário: